Comprar pela internet requer entrega no prazo. É com isso que o consumidor conta na hora de fechar um pedido e esta expectativa não pode ser frustrada. Mas não é só: a eficiência na realização de cada etapa da compra de um produto faz o sucesso de um site de compras.

O controle de estoque, movimentação, cálculo do frete e embalagem dos produtos com técnicas que preservem sua integridade são fundamentais.

A ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) diz que 61% das lojas virtuais enfrentam o problema de atraso nas entregas, que recai em reclamações ao SAC, nada bom para a reputação da marca.

Entender sobre as etapas da logística para e-commerce permite aplicar melhorias na loja virtual.

Planejar vendas e procedimentos

Bom planejamento de vendas e procedimentos logísticos bem realizados ou S&OP (“sales and operation plan”, vendas e planejamento das operações).

A logística garante a disponibilidade no estoque, a separação e movimentação corretas, embalagem que para integridade do produto e entrega dentro do prazo.

Controle de estoque

O produto aparecer como indisponível no site não é muito estimulante para a retenção do cliente, nem o seu oposto, que é dispor de excesso de estoque. Assim, é preciso contar com um controle de estoque na logística. 

Este processo gerencia produtos que não têm muita saída, as finanças e usa o espaço físico de forma inteligente.

Determinar política de estoque

Considerar níveis de estoque que devem ser mantidos para que nunca faltem os produtos que são mais comprados. 

Lead time de reposição (período entre os pedidos e as entregas dos itens no estoque) também deve ser determinado, além de critérios para eliminar os estoques antigos.

Ferramenta de controle de estoque

Pode ser feito com sistemas gratuitos que consigam gerenciar os SKUs (“stocks keeping units”, unidades de manutenção de estoques) ou outros softwares pagos.

Frequência de inventários

É sempre bom realizar inventários conforme a necessidade da empresa, determinar a frequência, conforme o contexto cotidiano da loja.

Esta tarefa também ajuda o setor contábil, pois é feita a conciliação dos itens, o que facilita quando é necessário fazer relatórios e enviar informações para a Receita Federal.

Reduzir níveis de estoque

Raramente se antecipa o reabastecimento para manter altos níveis de determinados produtos no estoque. Por outro lado, estoque parado é dinheiro parado. Deve-se alinhar com o setor comercial as mercadorias mais procuradas e as menos, para evitar produtos parados.

Elimine o estoque se necessário

É preciso fazer promoções pontuais em mercadorias paradas, objetivando zerá-las de modo que o capital da loja não “empaque” no estoque.

Alinhar a área comercial de forma estratégica e um controle de estoque inadequado não produz alta performance.